Look do dia – Ouvi dizer: “Não vai ter copa”? Aquilo que podemos chamar de a maior festa a fantasia do mundo.

Pessoas do mundo inteiro, cada qual torcendo por sua seleção. Para uns basta vestir a camisa, para outros, vestimentas que representam o país não é o suficiente. Bandeiras são estendidas nas casas, varandas e janelas. Vuvuzelas, apitos, batuques e tambores viram acompanhantes. A emoção toma conta de todos. Patriotas ou não, convenhamos, sempre estamos ou curiosos ou acompanhando nossa seleção.

Todos sabíamos da incompetência, dos roubos, da manipulação, dos superfaturamentos e de tudo que havia de podre nos bastidores da mesma.

Mas como alguém que ama seu país de verdade pode torcer contra sua própria seleção?

Como torcer contra cada jogador, que deu tudo de si dentro do campo?

A culpa não era da seleção. Patriotas ou não, penso que devemos acreditar que foi melhor termos perdido, perdido como a gente perdeu.

O bom de levar uma ‘surra’ de 7×1 em uma semifinal, onde o Brasil é a casa, é que acaba com aquela falsa sensação de que está tudo bem neste país, o pior legado que essa copa podia deixar, é de um país que para em um  ano para reclamar por saúde, educação e o fim da corrupção, e no outro ano, o país deixa com que uma  copa iluda e o torna mais um manipulado por um falso sentimento de que está tudo bem.

Seria bom que o Brasileiro tivesse um pouco de alegria em meio a tanta desgraça, mas        melhor do que o  Brasil vencer na copa do mundo é que ele vença nas eleições que  definirão seu futuro.

A humilhação não é sermos derrotados em um campo de futebol, mas sim, sermos derrotados em justiça, em educação, em saúde, em trabalho, em dignidade, em segurança todos os dias.

 

A maior humilhação é ser censurado por um partido medíocre que quer manipular a população no grito, e o pior é que na verdade o brasileiro apanha todos os dias de um sistema, de um governo, que o ridiculariza com os maiores impostos do mundo em troca de absolutamente nada.

O brasil está mal, corrupção em evidência, a censura nunca foi tanta, pois a maior censura é aquela disfarçada de democracia, e nisso, o atual governo deste país é especialista.

Dessa forma, a humilhação em campo se mostrou necessária, para que fossemos mostrados novamente o quão somos humilhados como brasileiros.

Torcemos, vibramos, fomos juntos em campo com a seleção, mas está mais que na hora de voltar e fazer novamente fora dele, sem violências de qualquer espécie.

SOBRE O AUTOR

"E aqueles que estavam dançando, foram julgados insanos, por aqueles que não podiam escutar a música." Kadercista e nietzschiana por opção, artista e escritora por amor.