Fendi e Prada no figurino de “O Grande Hotel Budapeste”

o-grande-hotel-budapeste-wes-anderson

O cinema, acima de tudo, é uma arte visual. Wes Anderson, cujo o mais novo filme “O Grande Hotel Budapeste” estréia hoje (03/07/2014) em todo país, sabe muito bem disso. Elogiado, na mesma medida que criticado, o diretor considerado independente, conseguiu deixar sua marca em todos os filmes que faz, geralmente trabalha com o mesmo time de estrelas (Edward Norton, Tilda Swinton, Bill Murray, por exemplo), fortemente caracterizados, cenas simétricas, cores berrantes, tomadas feitas por cima, compõe o mundo incomum do diretor, que nesse ultimo filme se aliou a já premiada Milena Canonero. A figurinista trabalhou com Sofia Coppola para criar o premiado figurino de Maria Antonieta (que você pode conferir um especial aqui), desta vez contou com a colaboração de marcas como Prada e Fendi para construir o guarda-roupa de alguns dos personagens.

A Fendi usou sua experiência em pele para criar peças para Tilda Swinton irreconhecível como Madame D. e Edward Norton, que interpreta o Inspetor Henckel. Para ele, fizeram um casaco estilo militar em astracã cinza, desenhado a quatro mãos com a figurinista para recriar a atmosfera dos anos 1920.

Milena pediu a Miuccia Prada para criar um conjunto exclusivo de 21 malas e baús e um trench coat em couro especialmente para os dois personagens protagonistas, Madame D. e Jopling (Willem Dafoe), respectivamente. As peças foram inspiradas nos modelos vintage da marca e refletem o glamour dos anos 1920 e 30, com conjuntos equipados com gavetas internas e compartimentos externos, moldura de madeira envolta em couro e revestimento de cetim. As malas foram pintadas pelo artista Mieke Casal com as iniciais da personagem Madame D.  Já o trench coat foi feito inteiramente em couro Napa preto.

Eu tive a oportunidade de ver o filme há duas semanas que conta as aventuras de Monsieur Gustave H. (Ralph Fiennes), um lendário concierge em um famoso hotel europeu entre as duas guerras mundiais, e do Sr. Moustafa (F. Murray Abraham/Tony Revolori), o mensageiro, que se torna seu fiel amigo. O filme já é considerado como um dos favoritos ao Oscar, Wes usa todos esses elementos para criar um tempo fora de sua época.

Fonte ffw.com.br

SOBRE O AUTOR

Um cosmopolita que vive no interior, sonhador compulsivo, gosta de tudo que é diferente e interessante. Ama escrever, já quis ser uma espécie de Woody Allen do horário nobre, diretor de cinema, estilista, rock star e ainda quer. Não perde uma premiação e acha extremamente difícil escrever sobre si mesmo em terceira pessoa.