Look do dia – “Às vezes você me pergunta, por que é que eu sou tão calado”

Como começar uma coluna? Eis uma dúvida que tem me acompanhado há semanas. Há a vontade de expor às pessoas o que penso, como vejo o mundo, o que sinto diante de certas coisas. Mas como falar disso, e sobre isso?

Refletindo sobre como vejo o universo e o mercado da moda, tão complexo e, ao mesmo tempo, ultra fútil, banal, superficial, algo que se sustenta pela aparência, penso que, mesmo assim, não deixo de gostar dele.

Não sou da moda, mas a tenho como companhia, assim como as culturas, as artes e tudo o que me cerca. É frustrante ver dicas, tendências, celebridades e looks do dia como os únicos conteúdos de blogs que poderiam ir além.

Em meio a toda essa frustação, decidi acatar esse desafio e iniciar esta coluna semanal.

Looks do dia, em sua tradução literal, se é que é possível, é “olhares do dia”; eis o que pretendo fazer. Não! Seria muito fácil pra mim vestir algumas roupas, tirar fotos, postar, dizer de onde vieram, quanto custaram e blá blá blá.

Minha pretensão é traduzir em palavras tanto o que penso, como o que acontece à minha volta, obviamente, tentando manter o fútil mas adorável mundo da moda como foco.

SOBRE O AUTOR

"E aqueles que estavam dançando, foram julgados insanos, por aqueles que não podiam escutar a música." Kadercista e nietzschiana por opção, artista e escritora por amor.