Segundo Harvard usar moletom e tênis aumenta seu status social

moleton-balenciaga

Um estudo da universidade americana apontou que vestir-se de maneira oposta à esperada em certas situações pode ser socialmente benéfico

Quem nunca teve preguiça de se vestir e quis sair de casa vestindo qualquer coisa que atire a primeira pedra (eu sempre!). Agora um estudo da universidade americana de Harvard, em uma matéria publicada pelo The Wall Street Journal, afirma que “vestir-se adequadamente” pode passar uma ideia diferente do que para qual a roupa escolhida foi imaginada. Segundo a publicação, “destacar-se em certas situações, como usar moletom em uma loja de luxo, parece aumentar o valor individual”.

Cara Delevingne aprova isso!

A lógica é que desviar das normas sociais pode levar às pessoas a pensarem melhor, e não pior, do “transgressor”. Isso porque a transgressão ao que é considerado socialmente esperado indicaria uma falta de necessidade de aprovação, o que automaticamente – e ironicamente – geraria a mesma.

Usar Prada para ir a feira seria forçar a barra para parecer rico, mas ir de moletom e tênis circular pela Oscar Freire, por exemplo, passa a impressão de que você não só é muito rico como também muito bem resolvido.

Fonte

SOBRE O AUTOR

Um cosmopolita que vive no interior, sonhador compulsivo, gosta de tudo que é diferente e interessante. Ama escrever, já quis ser uma espécie de Woody Allen do horário nobre, diretor de cinema, estilista, rock star e ainda quer. Não perde uma premiação e acha extremamente difícil escrever sobre si mesmo em terceira pessoa.